29.12.13

do que eu preciso

Quero ser minha. Não me sentir de mais ninguém. Sentir-me dona de mim própria. Fazer do nosso tempo aquele que será só o meu tempo. Quero encontrar a chave destas algemas que tanto me prendem e libertar-me, por fim. Provavelmente estarei a ser egoísta, mas isto é apenas cansaço desta minha tendência para a melancolia. Preciso de ser livre de coração e, apenas, cuidar de mim.

8 comentários:

  1. é com todo o mérito que lá estás...! um beijinho:)

    ResponderEliminar
  2. Compreendo-te bem, não deve haver nada como sermos donas de nós próprias!

    ResponderEliminar
  3. E acho que é assim que tem de ser, nós temos de ser donas de nós próprias e tenho a certeza que vais ter força suficiente para te conseguires libertar. Espero que 2014 te traga momentos muito felizes. Tudo de bom querida, beijinho grande <3

    ResponderEliminar
  4. Doce Maria, perdi-me pelo teu blog e achei-o encantador! Vou ficar por aqui, e seguir-te.
    Olha, sorri sempre sim?

    ResponderEliminar
  5. Não me agradeças doce, estarei aqui se precisares!
    Mil beijinhos.

    ResponderEliminar
  6. Entendo perfeitamente como te sentes. Tinha eu 27 anos, estava na minha primeira colocação e acabei com um namorado porque queria gozar a minha própria vida. Sorte ou azar, conheci meses depois o amor da minha vida, com quem estou há 13 anos. Desde que tive as minhas crias, nunca mais a vida foi minha, mas passou a ser uma vida muito mais vida.

    ResponderEliminar