27.5.16

Por muitos anos que passem, por tamanhas cicratizes que este maldito coração já tenha, a pessoa de coração de papel que sou, nunca mudará. Só queria adquirir um pouco de frieza e que certas e determinadas circunstâncias deixassem de me afetar. 

Sem comentários:

Enviar um comentário