22.7.14

adiantar

Adianto o relógio nesta esperança absurda de achar que o tempo vai passar mais rápido. Faço-o, nesta inocência em que me envolvo, para que me ajude a atenuar esta dor que já é totalmente minha. E vivo bem. Afinal, quanto tempo a mais existe em cada um de nós?

1 comentário: