1.12.14

resumir

Não consigo resumir tudo aquilo que te queria dizer. E como tal, prefiro nem dizer. Não mereces tanto de mim. Já não há palavra alguma que mereças ouvir da minha boca. É o nó que só eu saberei desatar. E tenho a certeza, vai deixar de apertar. Um dia, deixarás de existir. E que chegue rápido, porque é uma perda de tempo eu ainda escrever a pensar em ti.

2 comentários:

  1. Espero que tenhas andado um pouco melhor... Desculpa não dizer nada algum tempo...

    ResponderEliminar