10.12.14

impulso

Tantas são as vezes que, por impulso, me atiro de cabeça sem olhar para baixo. E, quando lá chego, só dá vontade de voltar para cima. A sorte é que nem tudo é mau e, às vezes, oh, às vezes até sabe melhor do que alguma vez eu imaginei. 

Sem comentários:

Enviar um comentário