16.11.14

desenhar

Se eu fosse a desenhar a confusão que criaste a mim seria um mundo de rabiscos sem orientação. E chegar à conclusão que o amor não devia criar confusões assim e perceber que a minha felicidade não podia ter dependido de ti.

Sem comentários:

Enviar um comentário