10.8.14

protestar

Tenho vontade de te gritar. Alertar-te para o que me fazes e que nem dás conta. Protestar contra a forma como me deixaste. De pouco servia, não é? Excluiste-me da tua vida, da noite para o dia. Pouco há a fazer - ou mesmo nada haja a fazer - mas, ainda acredito que um dia possamos voltar a conversar. E, quem sabe, possa ser uma das nossas conversas...

2 comentários:

  1. Grita-lhe com toda a voz que tenhas!

    ResponderEliminar
  2. digo-te o mesmo, é sempre bom ler-te. e também protestaria isto que protestas, se a pessoa em questão o merecesse

    ResponderEliminar