19.8.14

Deixaste-me como se eu fosse a coisa mais insignificante à face da terra. Excluiste-me da tua vida da forma mais cruel que existe. Não quiseste saber de mim. E tu sabes, tinhas-me aos teus pés, como nunca ninguém teve.

3 comentários:

  1. nunca devemos deixar que alguém nos domine assim. não é saudável. é aí que as desilusões nos doem mais

    ResponderEliminar
  2. O problema é mesmo quando nos dão como garantidos...

    ResponderEliminar
  3. há memórias que nos vão sempre aquecer o coração, e só por isso, já vale a pena tê-las :)

    ResponderEliminar