31.8.14

justo

Houve tempos em que me fizeste feliz. E esta felicidade deveria ser eterna. Mas não o é. Não é justo, a vida é mesmo assim. Amamos, desamamos. Ora temos, ora deixamos de ter. Talvez agora seja o teu momento para seres feliz. E que o sejas, palavra de honra, quero que o sejas. Um dia voltarei a ser também.

1 comentário: