9.11.13

operação do amor

Anestesiem-me o coração. Abram-no da maneira que quiserem, deixem os cortes que forem precisos. Mas façam um bom trabalho e cortem-lhe a veia do amor. Uma daquelas que faz ligação com todo o corpo, sabem? É essa, cortem-na. Tirem todo o amor de mim. Porque se não for assim, vou agir da pior maneira. Vou querer atirar-me de cabeça, vou querer ir até ele e não voltar. E vou mesmo, sou mulher para isso. Então, arranquem-me este amor. Não preciso de analgésicos para que não volte a doer. Só preciso de saber que este amor desapareceu, porque eu não preciso de algo assim. Eu só quero a sorte de ter alguém que fique sempre comigo. Que quando eu quiser ir, me faça ficar. Que quando eu for mesmo, que vá atrás de mim. Só isso.

7 comentários:

  1. que bonito. espero que encontres tudo o que procuras <3

    ResponderEliminar
  2. acho que todos nós, de uma forma ou de outra, esperamos isso.

    ResponderEliminar
  3. ela disse-me que o texto a fez chorar, por isso, penso que ela atingiu a mensagem principal do texto :) muito obrigada

    ResponderEliminar
  4. é impossível anestesiar o coração ,. pelo contrário. parece que quando menos queremos sentir mais intensidade ele tem. é uma coisa estranha, resta aguentar. bom seria podermos anestesiar , minha querida.

    ResponderEliminar
  5. não tens que agradecer nada querida e se precisares de falar podes contar comigo :)

    ResponderEliminar
  6. deve ser um curso exigente! mas vais ver que vai correr tudo bem:)) (se estudasses em lisboa, era ao lado da minha faculdade)

    ResponderEliminar