9.7.12

6.

Tantas vezes tento escrever alguma coisa e não sai nada. E isso deixa-me tão frustrada. Querer soltar palavras, gritar em silêncio e simplesmente não sair nada. Ou, quando sai, reescrevo tantas e tantas vezes que chego ao fim sem saber por onde comecei, o que quero escrever ou como sentir cada palavra escrita por mim. Talvez isto seja das sensações mais dolorosas que possam existir: querer tirar de dentro cada aperto, cada saudade, cada sensação fútil. Que raio, isto também cansa muito. É querer dizer tudo e não dizer nada.

1 comentário:

  1. eu espero todos os dias, mas não sei ao certo se valerá a pena ou não.

    ResponderEliminar