20.5.12

a poção (quase) perfeita.

Agora percebo que me faz mal olhar para o que não fiz e devia ter feito. Sei o quanto sufoca transpor toda a minha vida passada neste presente. E, é por saber o quanto é doloroso e a quantidade de saudades que provoca, que agora sei que não posso viver em função daquilo que já está feito (ou do que ficou por fazer). Porque isso é estar constantemente a colocar sinais de stop na minha vida, a inibir-me de avançar, a ter medo de um futuro próximo. Já agora, para todos os que têm momentos assim, dou um conselho: "a vida são dois dias", devem estar fartos de saber. Então, não vale a pena querer recuar no tempo e viver coisas já antes vividas. Eu sei, eu sei o que pensam. Falar é fácil. Eu digo exactamente o mesmo. Mas a vida de cada um de nós é tão frágil...
Oh, ficam as fantásticas recordações daqueles tais momentos, que ficarão para sempre cravados no nosso coração. Mas, o que lá vai lá vai. E lembrem-se, nunca deixem de adicionar todos os ingredientes necessários para a vossa poção da vida. Para mim, 1 kg de sorrisos, um pitada de esperança, uma colher de amor e ainda meia chávena de força. E tu, qual a tua receita ideal?

6 comentários:

  1. a minha receita ideial... seria não amar.

    ResponderEliminar
  2. a minha receita é muito parecida à tua, oh, adorei!

    ResponderEliminar
  3. ainda é muito recente o término desse amor?
    a minha receita é o amor dele e o dela, óbvio!

    ResponderEliminar
  4. muita força, uma manada de sonhos, uma pitadinha de esperança, kilos de amor e de sorrisos, temperados com amizades boas de viver e um litro de lágrimas de felicidade :)
    não maria inês, é claro que não és a única a sentir isso, no fundo todos nós sentimos essas saudades de um passado remoto, seja por que motivos forem... sabes o que eu te digo? mantém esse sorriso lindo: esse tem de estar no passado, presente e futuro :) <3

    ResponderEliminar